O que fazer enquanto se espera pela praticagem?

August 14, 2018

O Programa de Estágio Embarcado (PREST), comumente conhecido por praticagem é o momento que mais esperamos passar desde o primeiro até o último ano da EFOMM. Vemos nossos veteranos saindo e voltando para nos contar como está sendo esse período, depois vemos a “turma de cima” fazendo o mesmo, até que chega nossa vez. O momento tão aguardando, tão próximo, mas não tão imediato quanto alguns gostariam.

Por mais breve que seja a espera, até que se pise, de fato, em uma embarcação é necessário aguardar um tempo em casa. E nessa espera, o que fazer? Nesse artigo, vamos comentar algumas ações e deixar algumas ideias para quem está aguardando pela praticagem.

É claro que aqui vão sugestões subjetivas a respeito do assunto, mas a ideia é ter um norte para esse momento, já que é bem comum se sentir “perdido(a)” enquanto espera.

Conversando com alguns colegas de profissão tivemos as seguintes sugestões:

  • Não deixar de lado o inglês (Náutica e Máquinas) – é importante, sempre que possível, ver algo relacionado, ou não, a profissão. Porque manuais e procedimentos, mesmo em empresas brasileiras, são em inglês. Não desista do inglês!
  • Converse com pessoas da área (Náutica e Máquinas) – se você já sabe a empresa que vai praticar, procure conversar com pessoas que já trabalham ou praticaram lá para saber da rotina, o que levar, etc.
  • Procure manuais e diagramas para estudar (Máquinas) – se você quiser estudar algo relacionado a área, manuais e diagramas são um bom material para ir se familiarizando com a rotina de bordo.
  • Ler o SOLAS, o LSA, FSS e assuntos importantes de matérias (Náutica) – assim como para maquinistas, pilotos podem também ler manuais e convenções que podem ajudar no dia a dia da rotina de bordo.
  • Descansar o máximo que puder (Náutica e Máquinas) – é um momento de ansiedade pelo novo, mas lembre-se que a praticagem dura 1 ano e será cansativo. Por isso, tente relaxar e descansar também

A lista pode ser infinita, à medida que se conversa com gente da área. Experiências são diversas e diferentes, por isso, pergunte, tire dúvidas, fale com pessoas do ramo! Todos já passaram por esse momento e terão algo para acrescentar.

O segredo é não ter medo de interagir com outros profissionais e acrescentar experiências à vida mercante, que está só começando, com a praticagem. No mais, aproveitem o período em casa com família e amigos porque o estágio embarcado será um momento de distanciamento deles, porém, certamente, será de grande valia ao final de mais esse ciclo.

Samuel Marambaia Silveira

Segundo Oficial de Máquinas

comments powered by Disqus