Poema: Homem-Mar

October 26, 2018

É como um infinito se visto de longe

Nas mais belas paisagens é uma linha tênue

Que o distingue do céu no horizonte

.

Mas, uma vez imerso, se descobre um mundo novo

Parece ter sentimentos, mudar de personalidade

Para muitos é saudade, para outros oportunidade

E para muitas nações a base de um povo

.

Se ontem era paz de espírito, fazia lembrar do amor

Hoje já é revolta, a face cristalina do furor

Invade casas, leva vidas, deixa tanta gente a esmo

Mas se olharmos bem de perto é só o espelho de nós mesmos

.

Superficialmente se torna um caminho

De desavenças e esperanças

Se ontem foi só crença, amanhã pode ser só lembrança

.

Nos revela sua beleza em vários momentos

Se completa com o pôr, enriquece o nascer

É o sol dos navegantes que evitam seus tormentos

É a lua dos amantes ao refletir seus lamentos

E a face mais perfeita da dúvida ao anoitecer

.

E se formos mais a fundo somos tomados pelo fascínio

Nos revela novos seres, novos ares,novos lares

Nos mostra um mundo novo, superando patamares

E ficamos admirados com algo tão exímio.

.

Como podemos amar alguém que agredimos todos os dias

E depois de tudo ainda reclamarmos de suas rebeldias?

É, somos assim mesmo.

.

Homens, misteriosos homens

Deveríamos nos questionar

Pois em tudo o mar é como o homem

E o homem é como o mar.

.

2ON / JDPO Igor Dantas

comments powered by Disqus